Notícias | Dia a dia
Capitão suíço na Fed não vê vantagem para Federer
02/08/2020 às 09h13

Biel (Suíça) - Capitão da equipe suíça da Fed Cup, Heinz Gunthardt não acredita que o compatriota Roger Federer tenha sido o grande beneficiado pela crise do coronavírus, a paralisação do circuito e as mudanças provisórias no ranking, que deixarão o tenista da Basileia em uma boa condição quando voltar a competir após sua segunda artroscopia no joelho direito.

Questionado sobre as vantagens que Federer terá, o treinador suíço foi enfático. “Eu discordo totalmente. Basicamente, não há vencedores no esporte durante a pandemia. Se não houver jogos, não haverá vencedores”, afirmou Gunthardt em entrevista para o jornal suíço Blick.

“Há também o fator tempo: um jogador de 25 anos pode superar uma situação como essa com mais facilidade do que um jogador de 39 anos. Então, Roger definitivamente não é um vencedor da crise de corona para mim”, complementou o capitão da equipe suíça da Fed Cup.

Ele também falou sobre o Adria Tour organizado pelo sérvio Novak Djokovic e se dividiu ao comentar o assunto. “O pensamento por trás disso foi certamente bom, mas Djokovic não conseguiu avaliar o risco de infecção durante sua turnê no Adriático”, analisou Gunthardt.

“Muito pouco se sabia sobre o vírus e ainda hoje os especialistas discordam sobre como lidar com isso. O ponto principal é que Djokovic correu um risco que não conseguiu estimar com a turnê que promoveu. Infelizmente, o tiro saiu pela culatra”, finalizou o treinador suíço.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva