Notícias | Dia a dia
Presidente da ATP quer salvar turnê europeia indoor
04/08/2020 às 08h48

Roma (Itália) - Ainda com muitas dúvidas em relação ao retorno do circuito, a principal delas agora a realização do Masters 1000 de Madri, que deverá ser cancelado nos próximos dias, o presidente da ATP Andrea Gaudenzi deu uma entrevista ao Supertennis para tentar esclarecer o máximo possível sobre a atual situação e contou que trabalha para salvar a turnê europeia indoor.

“No momento, o cronograma continua como anunciamos. Estamos trabalhando para conseguir realizar a temporada indoor na Europa e o ATP Finals em Londres. Lidamos com a situação da melhor maneira possível”, afirmou o presidente, que espera um pouco mais para tomar uma decisão sobre o torneio madrilenho.

+ ATP 500 da Basileia confirma seu cancelamento
+ ATP também cancela todos os seus torneios na China

“Falaremos com os organizadores de Madri e o conselho da ATP nos próximos dias. Temos que seguir as instruções dos governos para planejar os torneios da maneira mais eficiente, além de receber isenções para que os tenistas que retornarem dos Estados Unidos possam jogar na Europa sem  se colocarem em quarentena”, observou Gaudenzi.

O presidente da ATP também lamentou a ausência de torneios asiáticos. “Isso não nos ajuda. Vamos agora tentar ficar a maior parte do tempo na Europa para evitar viagens intercontinentais. Estamos planejando quais torneios podem ser realizados na Europa para fechar o buraco aberto pela ausência asiática”, pontuou o dirigente.

"A ideia é colocar os jogadores em uma bolha, garantir o distanciamento social e fazer testes frequentes e precisos. Conversamos com a NBA e outras competições. Nossa dificuldade é especialmente com as grandes viagens. Teremos que transportar de 700 a 800 pessoas dos Estados Unidos para a Europa após o US Open”, finalizou Gaudenzi.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva