Notícias | Dia a dia
Canadá cancela torneios de tênis até 31 de outubro
06/08/2020 às 16h57

Decisão afeta dois torneios profissionais femininos e seis eventos do circuito juvenil

Foto: Divulgação

Toronto (Canadá) - Ao mesmo que os organizadores do US Open tentam viabilizar a realização do Grand Slam nova-iorquino, previsto para começar em 31 de agosto, a volta dos torneios no vizinho Canadá não parece tão próxima. Nesta quinta-feira, a Tennis Canada anunciou que todas as competições no país estão canceladas até 31 de outubro, por conta da pandemia da Covid-19.

"Dada a evolução da crise em todo o mundo, com as recomendações dos autoridades de saúde pública e as restrições de viagem ainda em vigor entre determinados países, a Tennis Canada considera mais prudente cancelar seus torneios para garantir a saúde e a segurança de todos", diz o comunicado emitido pela federação de tênis do país.

A decisão afeta principalmente os juvenis, mas também cancela dois torneios profissionais de US$ 60 mil do circuito feminino da ITF. O primeiro evento seria entre os dias 19 e 25 de outubro em Saguenay e o segundo entre 26 de outubro e 1º de novembro em Toronto.

Seis torneios do circuito juvenil da ITF, que aconteceriam entre 12 de setembro e 1º de novembro, foram cancelados nas cidades de Quebec, Montréal, Burnaby, Victoria, North Vancouver e Woodbridge. Um torneio de tênis em cadeira de rodas que seria entre 29 de outubro e 1º de novembro em Montréal também foi desmarcado.

Principais eventos do país já haviam sido cancelados
"Desde o início desta crise, há mais de quatro meses, fomos forçados a cancelar quase 30 torneios, afetando todas as categorias de jogadores. Isso inclui o Masters 1000 de Toronto e o Premier 5 de Montréal, o que representou uma grande perda financeira para o desenvolvimento do tênis no Canadá", afirmou Michael Downey, presidente e CEO da Tennis Canada, lembrando que os principais torneios no país aconteceriam no início de agosto, mas já foram desmarcados com grande antecedência.

"Sabemos que a situação não é mais fácil para as nossas associações provinciais de tênis, clubes, municípios e parceiros. Sabemos que este é um momento muito difícil para toda a indústria do tênis. No entanto, estamos comprometidos em tomar decisões que favoreçam um ambiente esportivo seguro", acrescentou o dirigente.

O executivo, entretanto, destaca que o algumas regiões do país já podem reabrir suas instalações esportivas, possibilitando a prática social do tênis, o que é um bom sinal para a retomada das competições em um futuro próximo.

"Temos o prazer de ver que as quadras de tênis estão muito ocupadas em todo o país desde que os vários planos locais de reabertura foram implementados. Acreditamos que nosso esporte pode ser praticado respeitando o distanciamento social. Algumas associações regionais também foram capazes de prosseguir com um retorno gradual de torneios. Essas são etapas importantes e encorajadoras que nos levarão a um eventual aumento no número de torneios no Canadá".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva