Notícias | Dia a dia
Palermo volta a ter 3 italianas nas quartas após 10 anos
06/08/2020 às 20h07

Camila Giorgi foi mais uma jogadora da casa a avançar no torneio de Palermo

Foto: Site Oficial

Palermo (Itália) - A retomada do circuito profissional da WTA em Palermo está sendo muito boa para as italianas. Depois das vitórias da experiente Sara Errrani e da jovem Elisabetta Cocciaretto na última quarta-feira, Camila Giorgi também avançou às quartas de final do torneio no saibro.

Giorgi, jogadora de 28 anos e 89ª do ranking, venceu nesta quinta-feira a jovem eslovena de 19 anos Kaja Juvan, 121ª colocada, por 3/6, 6/2 e 6/4. Ela agora enfrenta a ucraniana de 20 anos Dayana Yastremska, número 25 do mundo, que derrotou a francesa Oceane Dodin, 116ª, por 6/2 e 6/4. Yastremska foi a única atleta a vencer em sets diretos nesta quinta-feira. 

Esta é a primeira vez desde 2010 que três jogadoras da casa chegam às quartas. Na ocasião, Sara Errani, Romina Oprandi e Flavia Penetta alcançaram as quartas de final, mas a campeã foi a estoniana Kaia Kanepi. A última campeã da casa foi Roberta Vinci em 2013.

Apesar do intervalo de uma década entre os dois torneios, o número de edições acaba sendo menor. Isso porque o evento ficou fora do calendário da WTA entre 2014 e 2018, sendo retomado no ano passado. A cidade italiana é um cenário tradicional do circuito e recebe torneios desde 1990.

Rodada das quartas começa às 11h
A rodada desta sexta-feira começa às 11h (de Brasília). Principal cabeça de chave do torneio e número 15 do mundo, a croata Petra Martic enfrenta a bielorrussa Aliaksandra Sasnovich. Na sequência, será a vez de Cocciaretto desafiar a estoniana Anett Kontaveit, quarta favorita em Palermo.

Errani entra em quadra por volta das 14h. A veterana de 33 anos e ex-top 5 enfrenta a francesa Fiona Ferro. Giorgi e Yastremska encerram a programação que irá definir as semifinalistas do torneio que marca a volta das competições oficiais do tênis feminino.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva