Notícias | Dia a dia
Gauff luta por quase 3h e bate a nº 11 do mundo
12/08/2020 às 19h35

Embed from Getty Images

Lexington (EUA) - O promissor início de carreira de Coco Gauff teve mais uma vitória expressiva nesta quarta-feira. A jovem norte-americana de apenas 16 anos garantiu seu lugar nas quartas de final do WTA de Lexington superando a bielorrussa Aryna Sabalenka, número 11 do mundo e segunda cabeça de chave do torneio, com parciais de 7/6 (7-4), 4/6 e 6/4 em 2h48 de partida.

Gauff, mesmo com tão pouca idade, já ocupa um lugar de destaque no circuito. A atual 53ª colocada no ranking tem um título de WTA em Linz e duas vitórias contra top 10, a mais recente sobre Naomi Osaka no Australian Open deste ano. O triunfo sobre Sabalenka foi o seu terceiro contra uma rival no top 15.

A longa partida desta quarta-feira foi desafio físico e mental para as duas jogadoras, que disputam seu primeiro torneio após uma paralisação de cinco meses do circuito pela pandemia da Covid-19. Cada tenista conseguiu sete quebras de serviço, sendo que Gauff teve 12 break points e Sabalenka criou 16 chances. Curiosamente, a bielorrussa de 22 anos fez mais pontos, 104 a 101.

Ainda que Sabalenka tenha sido a primeira a quebrar, Gauff se recuperou rapidamente na partida e chegou a vencer quatro games seguidos para liderar o set inicial por 5/2. A norte-americana não aproveitou a chance de sacar para o set, mas dominou o tiebreak. Sabalenka foi mais segura no saque durante o segundo set, apesar de só colocar 42% de primeiros serviços em quadra. A bielorrussa esteve o tempo todo à frente no placar, conseguiu duas quebras e só enfrentou dois break points.

O terceiro set foi de altos e baixos para os dois lados e com frequentes quebras. Sabalenka tentava ser um pouco mais agressiva do fundo de quadra, apostando na potência de seus golpes, mas pecava pelo fraco desempenho no saque. A bielorrussa fez seis duplas-faltas no último set e terminou o jogo com 14 no total. Gauff esteve por duas vezes com quebra acima e permitiu o empate, mas continuava mentalmente focada no jogo. Depois que Sabalenka liderou por 4/3, a norte-americana dominou a reta final da partida, sendo muito consistente e venceu doze dos últimos 15 pontos para fazer três games seguidos e vencer o jogo.

A adversária de Gauff nas quartas será a tunisiana Ons Jabeur, que derrotou a bielorrussa Olga Govortsova por 3/6, 6/2 e 6/4. O confrotno é inédito no circuito e Jabeur é a oitava favorita do torneio e 39ª do ranking. Ainda nesta quarta-feira, a tcheca Marie Bouzkova venceu a russa Anna Blinkova por 6/4 e 6/2. Sua próxima rival pode ser a polonesa Magda Linette ou a norte-americana Jennifer Brady.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva