Notícias | Dia a dia
Animado, Djokovic confirma sua presença no US Open
13/08/2020 às 08h46

Marbella (Espanha) - Depois de um pouco de mistério, o sérvio Novak Djokovic enfim se pronunciou sobre a disputa dos torneios norte-americanos. Nesta quinta-feira, o número 1 do mundo divulgou um comunicado no qual garante presença no Masters 1000 de Cincinnati e no US Open, onde será o principal favorito e buscará seu 18º título de Grand Slam.

“Estou feliz em confirmar que irei participar do Masters 1000 de Cincinnati e do US Open neste ano. Não foi uma decisão fácil de se tomar e os obstáculos e desafios vieram de muitos lados, mas a possibilidade de competir novamente me deixa muito empolgado”, disse o sérvio, que vinha treinando para a volta do circuito na cidade espanhola de Marbella, onde passou a maior parte do tempo durante a paralisação.

"Durante minha carreira, joguei alguma das minhas melhores partidas no USTA Billie Jean King National Center. Estou ciente que o momento é diferente e que todos os protocolos de segurança e saúde foram tomados para proteger jogadores e as pessoas de Nova York", acrescentou o líder do ranking, que no ano passado não passou das oitavas de final no US Open, superado pelo suíço Stan Wawrinka.

Infectado com o coronavírus durante o Adria Tour, o sérvio garante estar bem e em forma para as competições. "Treinei duro com meu time para ficar em forma e estou pronto para me adaptar a essas novas condições. Fiz vários exames e estou totalmente recuperado e pronto para voltar às quadras e demonstrar meu melhor tênis", afirmou Djokovic.

"Respeito e valorizo os esforços que esses dois torneios tiveram para permitir que o tênis pudesse voltar. Infelizmente a situação não permite que todos possam viajar e competir com o mesmo risco e por isso espero que as coisas mudem o mais breve possível e assim todos possam fazer o que mais amam", finalizou o tenista de 33 anos.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva