Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Monteiro lamenta as chances perdidas no começo
03/10/2020 às 13h59

Monteiro deixa Roland Garros com sua melhor campanha em Grand Slam

Foto: Site Oficial

Paris (França) - O cearense Thiago Monteiro, atual número 84 do mundo e número 1 do Brasil, foi superado neste sábado, na terceira rodada do torneio de Roland Garros. Ele perdeu em sets diretos para o húngaro Marton Fucsovics, 63º da ATP, com o placar final de 7/5, 6/1 e 6/3. Apesar da eliminação, o canhoto de Fortaleza fez uma avaliação positiva de sua campanha.

Ao vencer seus dois primeiros jogos no saibro de paris, o cearense alcançou sua melhor campanha em um evento de Grand Slam. Ele parte agora para o ATP da Sardenha, na Itália e tenta levar a confiança dos bons resultados das últimas semanas, tanto na Itália, em que foi vice do challenger de Forli, como em Roland Garros

“Agora eu saio com boas sensações daqui, com boa energia e confiança para os próximos torneios”, afirmou Monteiro, que levará uma premiação de 126 mil euros e mais 90 pontos no ranking. Com isso, deve avançar nove posições, ir ao 75º lugar e ficar bem perto de seu recorde pessoal, que foi o 74º.

Questionado sobre o duelo com Fucsovics, o cearense aprovou o bom começo de partida que teve, mas lamentou não ter conseguido mantê-lo após perder o primeiro set. “Foi um jogo duro. O início do jogo foi muito importante. Tive quebra na frente e acabei não fechando o meu saque para abrir uma boa vantagem e colocar uma pressão maior”, analisou.

“Depois disso, o jogo ficou muito equilibrado no resto do primeiro set. Ele foi extremamente sólido, variando muito o jogo e era complicado ganhar pontos fáceis. No segundo eu tentei forçar um pouco mais, baixei um pouco, voltei a arriscar menos, mas ele se manteve sólido e ficou com a vitória,” relatou o cearense.

Comentários