Notícias | Dia a dia
Schwartzman enaltece Federer e critica Medvedev
22/10/2020 às 09h04

Buenos Aires (Argentina) - Em seu melhor momento da carreira, entrando pela primeira vez no top 10 da ATP, o argentino Diego Schwartzman falou recentemente sobre duas relações com colegas de circuito. Ele enalteceu a amizade com o suíço Roger Federer, mas não teve as mesmas palavras para o russo Daniil Medvedev, que foi duramente criticado pelo atual número 9 do mundo.

“Deixei de falar com Medvedev e não o cumprimento mais. Também não treino mais com ele. Tínhamos uma boa relação, mas há momentos na competição em que as coisas acontecem e depois você pede desculpa”, afirmou o argentino para a ESPN, lembrando o desentendimento que tiveram durante o confronto pela ATP Cup, no começo da temporada.

“Ele festejou meus erros e minhas duplas faltas bem na minha cara e na direção do banco da Argentina. É o equivalente a marcar um gol e ir comemorar na torcida adversária. Não gostei. (Marat) Safin, o capitão russo, veio me pedir desculpas e disse que ele estava maluco”, contou Schwartzman.

Já quando o assunto é Federer, o tom muda radicalmente e o argentino foi só elogios ao suíço. “Trato Federer como se fosse o meu melhor amigo e brinco muito com ele por causa de alguns comerciais que faz, como o de macarrão”, comentou o tenista de 28 anos.

“Durante a última Copa do Mundo (de futebol), ele ficava o tempo inteiro falando comigo por causa da Argentina. Além disso, ele vive caçoando com a maneira como eu digo seu nome, sempre fica me imitando. Temos uma grande relação”, finalizou o argentino, que nesta reta final de temporada briga por uma inédita vaga no ATP Finals.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva