Notícias | Dia a dia
Australian Open instala alarmes nas saídas dos hotéis
12/01/2021 às 13h32

Melbourne (Austrália) - Focada em não permitir que ninguém escape dos rígidos protocolos, a direção do Australian Open garante que será inflexível e não deixará que tenistas e o entorno do circuito que estará em Melbourne para a disputa do primeiro Grand Slam da temporada descumpram as regras.

Por isso, segundo o jornal The Age, foram instalados alarmes nas saídas de emergência dos hotéis oficiais para que nenhum jogador ou acompanhante escape da quarentena obrigatória. A organização espera assim evitar a todo custo os problemas que estão acontecendo nos qualificatórios em Dubai (feminino) e Doha (masculino).

Os tenistas que disputarão o Australian Open terão que encarar normas bastante restritivas, que afastaram o suíço Roger Federer da competição e também o norte-americano John Isner. Eles só podem deixar o hotel por cinco horas e exclusivamente para treinar, com apenas um integrante de sua equipe, ainda que tenha levado outro, que vai precisar ficar no hotel.

Aqueles que desafiarem qualquer um dos protocolos serão excluídos do torneio, mandados para casa e ainda receberão uma multa de 20 mil dólares australianos. Dependendo da situação, o atleta pode ser até extraditado da Austrália.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva