Notícias | Dia a dia
Murray: 'Os mais novos não estão perto do Big 3'
23/02/2021 às 10h38

Montpellier (França) - Depois de abrir sua temporada no challenger de Biella, onde foi até a final e acabou com o vice, o britânico Andy Murray disputa nesta semana o ATP 250 de Montpellier. Antes de sua estreia no torneio, que acontecerá nesta terça-feira, ele falou com o Yahoo Sports e analisou a decisão do Australian Open, que terminou com a nona conquista do sérvio Novak Djokovic.

“Achei que a final seria mais apertada, mas também estava claro para mim o quão bem Novak poderia jogar na Austrália quando encontra seu tênis e está muito motivado”, afirmou o atual 121 do mundo, que contava com um duelo mais parelho entre Djokovic e o russo Daniil Medvedev, derrotado na final por 3 sets a 0.

+ Para Medvedev, o Big 3 ainda está acima dos demais
+ Mouratoglou ainda vê nova geração longe do Big 3

“Eu vi que antes da final Medvedev disse algo como Novak ter muita pressão sobre os ombros. Sim, é verdade, mas esses caras que estão no topo viveram sob pressão durante toda a carreira e sabem exatamente como jogar o melhor quando realmente importa”, acrescentou o britânico de 33 anos e ex-número 1 do mundo.

Murray acredita que o resultado em Melbourne tenha mostrado que a geração mais nova ainda tem longo caminho a percorrer. “Para mim, os mais novos mostraram não estar perto do Big 3. É claro que no US Open Dominic (Thiem) fez o que tinha que fazer para ganhar, mas se Novak não tivesse mandado aquela bola na garganta da juíza de linha, teria terminado como foi na Austrália”, disse.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva