Notícias | Dia a dia
Murray oscila demais e cai na primeira rodada
23/02/2021 às 17h19

Murray não disputava uma partida de nível ATP desde outubro do ano passado

Foto: Divulgação

Montpellier (França) - Depois de começar a temporada com o vice-campeonato no challenger de Biella, na Itália, Andy Murray teve sua primeira experiência na elite do circuito em 2021 atuando pelo ATP 250 de Montpellier. Convidado para o torneio francês em quadras duras e cobertas, o ex-número 1 do mundo fez um bom primeiro set, apesar de algumas oscilações, mas deixou cair demais o nível na parcial seguinte e perdeu para o bielorrusso Egor Gerasimov, 83º do ranking, por 7/6 (8-6) e 6/1.

Murray não disputava uma partida de nível ATP desde outubro do ano passado, quando caiu na estreia do torneio de Colônia, na Alemanha, para Fernando Verdasco. Sua vitória mais recente contra um top 100 foi diante do japonês Yoshihito Nishioka em batalha de cinco sets no último US Open. Aos 33 anos e recuperado de duas cirurgias no quadril, o ex-líder do ranking atualmente ocupa o 121º lugar. Desde a grave lesão, venceu somente um ATP 250, no fim de 2019 na Bélgica.

Britânico foi bem no 1º set, mas não sustentou bom nível
Ao longo do set inicial, Murray conseguia ser efetivo nas devoluções de saque e exibia alguns bons golpes de fundo, embora cometesse muitos erros não-forçados em momentos importantes. Também pesava contra o britânico o fato de ele ter colocado apenas 44% de primeiros serviços em quadra durante a parcial. Ainda assim, o set foi equilibrado e teve uma quebra para cada lado antes do tiebreak.

No game-desempate, Murray cometeu uma dupla-falta e se viu perdendo por 5-3. O britânico teve que salvar três set points, o primeiro sustentando um longo rali e outros dois no saque. Gerasimov também escapou de um set point em seu serviço. Com o placar empatado por 8-8, Murray até encaixou outro bom saque, mas jogou um forehand para fora. No ponto seguinte, o bielorrusso fechou o set com um ace, seu sétimo na parcial.

O equilíbrio do jogo parou por aí. Gerasimov no máximo escapou de um 0-30 no game de abertura do segundo set, mas não teve o serviço ameaçado em nenhum momento da parcial. Murray até melhorou bastante seu desempenho de primeiro saque, agora com 68% na quadra, mas não conseguia comandar os pontos. Além disso, foi flagrado pelas câmeras mostrando um desconforto nas costas. Gerasimov conseguiu duas quebras, e quase anotou um 'pneu', já que chegou a liderar por 5/0. O bielorrusso ainda sacou muito bem e terminou o jogo com 12 aces.

Duelo com Sinner ou Bedene nas oitavas
Algoz de Murray nesta terça-feira, Egor Gerasimov está com 28 anos e tem como melhor ranking da carreira o 65º lugar, alcançado no início do ano passado. Seu próximo adversário pode ser o promissor italiano de 19 anos Jannik Sinner, 34º do mundo, ou o esloveno Aljaz Bedene, 60º colocado.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva