Notícias | Dia a dia
Yastremska volta de suspensão com vitória em Hamburgo
08/07/2021 às 20h16

Yastremska estava suspensa desde janeiro e não disputava um torneio desde novembro de 2020

Foto: Hamburg European Open

Hamburgo (Alemanha) - Depois de conseguir reverter sua suspensão por doping, a ucraniana Dayana Yastremska voltou ao circuito nesta quinta-feira com uma vitória na estreia do WTA 250 de Hamburgo, em quadras de saibro. Principal cabeça de chave do torneio, a jovem jogadora de 21 anos e 38ª do ranking venceu a polonesa Magdalena Frech, 145ª colocada, por 7/6 (7-5) e 6/1.

"Estou muito feliz por estar de volta à quadra, eu senti muita falta de jogar. É muito especial. Eu me sinto como no dia em que ganhei o meu primeiro título, é verdade. As minhas emoções são muito loucas", disse Yastremska, que tem três títulos no circuito. O primeiro foi conquistado ainda na temporada de 2018 em Hong Kong, e depois ela foi campeã em Hua Hin e Estrasburgo no ano seguinte.

Yastremska estava afastada do circuito desde 7 de janeiro de 2021, depois que um exame realizado fora do período de competições, em novembro de 2020, indicou a presença da substância mesterolona. A tenista apresentou uma série de recursos junto à Federação Internacional de Tênis (ITF) e ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), até finalmente conseguir uma decisão favorável no final de junho, por meio de um tribunal independente. Seu último torneio havia sido o WTA de Linz, no fim do ano passado.

"Eu não jogava desde novembro, e o sentimento que eu tive quando entrei em quadra foi de felicidade por estar de volta. Eu trabalhei muito duro e agradeço à minha equipe por ter continuado perto de mim, e também à minha família e os meus fãs. Estou muito feliz", acrescenta a ucraniana, que liderou a estatística de winners da partida por 25 a 10 e cometeu 36 erros não-forçados contra 23 de sua adversária.

O próximo jogo de Yastremska será já pelas quartas de final, contra a experiente italiana de 34 anos Sara Errani, ex-top 5 e atual 105ª do ranking, que derrotou a croata Ana Konjuh por 7/6 (7-5) e 6/3. Apesar de ser a principal cabeça de chave do torneio, a ucraniana rechaça favoritismo e não estabeleceu metas. "É um prazer ser a cabeça 1 do torneio, mas não coloquei nenhuma meta, para ser honesta. Meu único objetivo era voltar a quadra e mostrar aquilo em que eu estava trabalhando. Esse é o meu maior objetivo".

Petkovic tira favorita, Zidansek mantém embalo de Paris

A ex-top 10 Andrea Petkovic avançou às quartas depois de derrotar a cazaque Yulia Putintseva, cabeça 2 do torneio e 43ª do ranking, por 6/2, 1/6 e 6/4. A experiente alemã de 33 anos e atual 130ª colocada enfrentar a belga Ysaline Bonaventure, que venceu a norte-americana Bernarda Pera por 3/6, 6/3 e 6/4.

Quem também está nas quartas é a eslovena Tamara Zidansek, cabeça 3 do torneio e semifinalista de Roland Garros. Ela venceu a canhota tcheca Kristyna Pliskova por 6/3, 3/6 e 6/3. Sua próxima adversária será a jovem jogadora alemã Jule Niemeier, convidada de apenas 21 anos, que derrotou a a compatriota Tamara Korpatsch por 6/2, 6/7 (5-7) e 6/3.

O outro duelo das quartas envolve a norte-americana Danielle Collins, quarta favorita, e romena Elena Ruse. Nesta quinta-feira, Collins venceu a eslovaca Kristina Kucova por 1/6, 6/2 e 6/3, enquanto Ruse bateu a alemã Anna Zaja por duplo 6/2.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva