Notícias | Dia a dia
Sherif faz mais história, Petkovic tenta encerrar jejum
07/08/2021 às 16h06

Cluj-Napoca (Romênia) - Numa semana em que quebrou vários paradigmas do tênis egípcio, Mayar Sherif se tornou neste sábado também a primeira jogadora de seu país a chegar a uma final de nível WTA. Ela superou dois sets bem disputados e derrotou a local Mihaela Buzarnescu, com parciais de 7/6 (7-1) e 6/4.

Sua adversária na decisão será a veterana Andrea Petkovic. A alemã impôs sua experiência sobre a qualificada Aleksandra Krunic e anotou o placar de 6/4 e 6/2. Será sua 13ª final e a segunda em seus três últimos torneios, já que foi finalista semanas atrás em Hamburgo. Petkovic busca o sétimo troféu da carreira e o primeiro desde a Antuérpia em 2015.

Sherif, de 25 anos, é apenas a 119ª do ranking e entrou no torneio com apenas uma vitória em oito torneios de nível WTA disputados na carreira. Logo na estreia no saibro romeno, ela surpreendeu a cabeça 1 Alizé Cornet. Depois, tirou Kristina Kucova, que vinha da final em Gdynia, e agora eliminou a ex-top 20 Buzarnescu.

No duelo deste sábado, a egípcia saiu na frente por 3/1, mas viu a adversária reagir e chegar a um set-point no 12º game da série inicial, que Sherif salvou com um ace. Buzarnescu, de 33 anos e que passou bom período contundida, abriu 4/0 no segundo set antes de permitir reação incrível. Sherif fechou a partida com duas grandes passadas. Caso obtenha o título inédito, entrará também no top 100.

Petkovic, que já foi número 9 do mundo, teve um início ruim de temporada e perdeu 11 de seus primeiros 15 jogos, mas tem se recuperado gradativamente e agora venceu 11 dos últimos 13. A alemã chegou a estar uma quebra atrás no primeiro set, mas então ganhou sete de oito games e abriu 3/0 no segundo.

Sherif ainda foi à final de dupla neste sábado, ao lado da polonesa Katarzyna Piter, mas perderam para a russa Natela Dzalamidze e a eslovena Kaja Juvan, por 6/3 e 6/4.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva