Notícias | Dia a dia
Halep volta às quadras mais preocupada com o corpo
09/08/2021 às 14h34

Halep disputa seu primeiro torneio desde maio, recuperada de grave lesão na panturrilha

Foto: National Bank Open
Mário Sérgio Cruz

Toronto (Canadá) - De volta ao circuito para seu primeiro torneio desde que sofreu uma grave lesão na panturrilha esquerda ainda em maio, Simona Halep estabelece novas metas para seu retorno às quadras. Bicampeã do WTA 1000 de Montréal, a romena recebeu convite para a competição e garante que a preocupação com o físico está acima da busca por resultados neste momento. A experiente jogadora de 29 anos espera pela vencedora da partida entre a norte-americana Danielle Collins e a suíça Jil Teichmann.

"Parece que eu fiquei dois anos fora, honestamente. Quando joguei alguns sets de treino com as outras jogadoras, foi muito difícil no começo", disse Halep, na entrevista coletiva prévia ao torneio, no último domingo. "Mas agora, depois de alguns dias em quadra, já estou me sentindo melhor. Ainda estou longe do meu nível e não espero nada muito grande porque foi a primeira vez que fiquei tanto tempo longe e fiquei com medo disso acontecer de novo".

Halep falou a TenisBrasil sobre seu processo de reabilitação e uma comparação entre o momento atual e paralisação do circuito no ano passado por conta da pandemia. "Eu precisava fazer a reabilitação em casa entre quatro a cinco horas por dia, com todos os equipamentos e exercícios que eu precisava para fortalecer os músculos", afirmou. "E o sentimento é diferente porque estou aqui só para ver como o meu corpo vai aguentar e quão bem eu posso jogar depois dessa parada".

Apesar de estar em setor difícil da chave, inclusive com a atual campeã e cabeça 2 Bianca Andreescu no mesmo quadrante, a ex-líder do ranking prefere pensar jogo a jogo. "Em primeiro lugar, eu preciso passar pela primeira rodada, porque estou voltando de um longo período lesionada. Nos últimos três meses eu não joguei nenhuma partida. Então, eu não estou pensando em quartas de final ou sobre qualquer outra expectativa para esse torneio. Eu só quero estar saudável, dar o meu melhor em quadra e vencer a primeira rodada. Se isso acontecer, eu penso na próxima. Mas ainda é muito longe para pensar em quartas de final".

Romena sai do top 10 depois de sete anos
A segunda-feira marca a saída de Halep do top 10 do ranking mundial depois de sete anos. Ela parou 373 semanas consecutivas entre as dez melhores do mundo, mas agora ocupa o 13º lugar. "Tenho muito orgulho de dizer que eu pude ficar tanto tempo no top 10. Infelizmente a lesão me tirou de lá. Eu não pude jogar por três meses e não tive a chance de dar o meu melhor para tentar manter minha posição".

"Mas eu não estou triste ou decepcionada por isso. Minha próxima meta é voltar ao top 10, mas não sinto mais pressão alguma", avalia a vencedora de dois Grand Slam. "Nos últimos anos, a cada semana eu sentia o peso de ter que jogar o meu melhor para me manter entre as dez, mas agora é diferente. Estou mais relaxada e mais preocupada com meu corpo. O ranking já não importa tanto".

Halep sempre esteve entre as jogadoras favoritas dos fãs em diferentes lugares do mundo e fica feliz por poder ter a torcida nas arquibancadas de novo. "Eu me sinto em casa aqui em Montréal, porque eu já ganhei duas vezes o torneio e sempre tenho muito apoio da torcida. É muito especial jogar de novo na frente do público depois de muitos meses sem espectadores, então eu vou aproveitar se estiver nessa posição".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva