Notícias | Dia a dia
'Sinto que a era do Big 3 acabou', afirma Woodbridge
14/09/2021 às 11h55

Sydney (Austrália) - Uma das lendas do tênis australiano, Todd Woodbridge acredita que a final do último US Open, que terminou com a vitória do russo Daniil Medvedev por 3 sets a 0 em cima do sérvio Novak Djokovic vá marcar o fim de uma era no circuito masculino. Para ele, o momento é de ascensão na nova geração, que irá suceder o Big 3 nas grandes conquistas.

"Sinto que a era do Big 3 acabou", disse Woodbridge ao Wide World of Sports. “Não estou sugerindo que Novak  irá despencar, porque ele ainda tem o objetivo de vencer o 21º slam, mas acho que adoraria se Rafa voltasse para desafiá-lo, porque esse é o tipo de motivação que um atleta precisa”, complementou o australiano.

“Se Rafa e Roger não estiverem lá, será uma tarefa muito mais difícil para Novak”, observou o dono de 16 títulos de Grand Slam nas duplas, que vê a presença de Rafael Nadal e Roger Federer como um estímulo a mais para o sérvio número 1 do mundo. Ele não descarta que os três ainda possam vencer um Slam, mas aposta que a troca de guarda já está em curso.

O australiano aponta a conquista de Medvedev como ponto de virada na história do tênis. “No esporte as coisas acontecem muito rápido, novas histórias e novos dramas são sempre criados. Este torneio foi um verdadeiro divisor de águas no mundo do tênis. As coisas agora estão indo em uma direção completamente diferente”, disse Woodbridge.

"Novak ainda pode ganhar mais um ou dois Slam, mas acho que há uma sensação de que essa geração mais jovem agora se vê como vencedora. Medvedev, com experiência e duas derrotas finais de Grand Slam, finalmente chegou lá. Ele entendeu o momento, a enormidade do que Novak estava tentando alcançar e também a pressão que isso trouxe”, acrescentou o ex-número 1 de duplas.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio