Notícias | Dia a dia
Murray salva match-points e vence batalha de 3h45
19/10/2021 às 17h40

Murray já teve descontados os pontos de 2019 e tem chance de recuperar posições

Foto: Divulgação

Antuérpia (Bélgica) - A estreia de Andy Murray no ATP 250 da Antuérpia foi uma verdadeira batalha. Campeão do torneio em 2019, o britânico disputou três tiebreaks contra o norte-americano Frances Tiafoe, lutou por 3h45 em quadra e salvou dois match-points antes de vencer por 7/6 (7-2), 6/7 (7-9) e 7/6 (10-8). Murray terá agora um dia de descanso antes de desafiar o argentino Diego Schwartzman, cabeça 2 do torneio e 14º do ranking na próxima quinta-feira.

Esta foi a 12ª vitória de Murray em nível ATP na temporada, sendo que ele também venceu outros cinco jogos em torneios challenger. O ex-número 1 do mundo aparece atualmente no 172º lugar do ranking mundial aos 34 anos. Os pontos do título conquistado há duas temporadas já foram descontados na última segunda-feira, e por isso ele tem chances de recuperar posições em caso de uma boa campanha no torneio belga em quadras duras e cobertas.

Murray ainda desempata o histórico de confrontos contra Tiafoe, agora com duas vitórias e uma derrota diante do norte-americano de 23 anos e 48º do ranking. O britânico teve bom desempenho no saque, disparando 21 aces na partida e salvou sete dos dez break-points que ele enfrentou. Apesar de Tiafoe ter feito 51 a 46 em winners, o norte-americano cometeu 25 erros contra 21 do britânico.

"Acho que essa é a primeira vez na minha carreira que eu joguei uma partida com 7/6, 6/7 e 7/6. Acho que nunca joguei uma partida assim e deve ter sido o jogo de três sets mais longo que eu já tive", disse Murray, na entrevista ainda em quadra. "Estou cansado agora, mas obviamente foi uma batalha incrível. Ele vinha com ótimos saques e golpes brilhantes quando eu criava chances. Não me importo em jogar partidas longas, mas essa está em outro nível. Tenho um dia de folga amanhã, vou tentar descansar e espero me sentir bem na quinta-feira".

Murray salvou set-point na primeira parcial
Tiafoe começou melhor na partida. Ele conseguiu uma quebra logo cedo e depois reverteu um 0-40 para abrir 3/1. O norte-americano vinha sustentando a vantagem até liderar por 5/3, quando voltaria a ter o saque ameaçado. Murray devolveu a quebra e buscou o empate, mas voltaria a ter o serviço quebrado logo na sequência.

Na segunda vez em que Tiafoe sacou para fechar, chegou a ter um set-point, mas colocou poucos primeiros serviços em quadra, além de ter cometido uma dupla falta, que permitiu ao britânico quebrar de novo. Murray foi impecável no saque durante o tiebreak e chegou a vencer seis pontos seguidos.

Sacadores continuaram dominando a partida
Os sacadores prevaleceram durante o segundo set, que não teve quebras de serviço. Murray disparou nove aces, mas não aproveitou as três chances que teve ao longo da parcial e ainda teve que salvar um set-point quando perdia por 6/5. O tiebreak teve mais altos e baixos, já que o britânico abriu 3-1 e perdeu cinco pontos seguidos. Tiafoe vinha definindo muitos pontos com seu forehand. O ex-número 1 do mundo salvou alguns set-points no saque, mas Tiafoe definiria a parcial no quinto set-point.

Tiafoe foi o primeiro a quebrar na parcial decisiva e liderou por 3/2, mas perdeu a vantagem logo na sequência. Pouco depois, Murray escapou de um 15-40 no saque para virar o placar para 4/3. À essa altura do jogo, o relógio já marcava mais de três horas de partida, mas ambos seguiam bastante dispostos a aguentarem ralis longos.

A disputa seguiu para mais um tiebreak e, novamente, o saque vinha fazendo a diferença. Murray escapou da derrota por duas vezes em seu serviço, e Tiafoe também salvou um match-point com ace. Na segunda chance de fechar o jogo, o britânico executou uma excelente curtinha, sem chances para Tiafoe, e fechou o jogo em grande estilo.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva