Notícias | Dia a dia
Pennetta dispara contra o atual momento na WTA
21/10/2021 às 11h56

Roma (Itália) - Campeã do US Open em 2015, a italiana Flavia Pennetta não poupou palavras ao criticar o atual momento do circuito feminino. Em entrevista ao Corriere della Sera, a candidata ao Hall da Fama reclamou da qualidade das jogadoras da atualidade, principalmente dos principais nomes, que não conseguem fazer valer o favoritismo e permitem surpresas nos Grand Slam.

“Não gosto do que está acontecendo, essa grande descontinuidade não é boa para o tênis. No meu tempo nunca aconteceria o que vimos em Nova York, quando uma garota que saiu do qualificatório ganhasse um Grand Slam como fez Emma Raducanu”, disparou a italiana.

“As melhores atletas sempre fizeram muita diferença, então há algo errado. Falta carisma, por isso o tênis feminino é mais difícil de vender”, complementou Pennetta, criticando a variedade de campeãs diferentes nos últimos anos.

Na atual temporada, quatro jogadoras diferentes venceram os Grand Slam. Desde a conquista de Pennetta no US Open de 2015, foram disputados 23 Slam com 14 campeãs diferentes. Apenas a alemã Angelique Kerber, a espanhola Garbiñe Muguruza, a norte-americana Serena Williams, a romena Simona Halep, a japonesa Naomi Osaka e a australiana Ashleigh levantaram mais de uma taça no período.

Apesar das críticas à atual geração, a italiana vê com outros olhos a condição de Osaka. “Ela já mostrou consistência, ganhou quatro Slams. Naomi tem peso e o fato de não ter continuidade é outro problema. As redes sociais e a atenção da mídia podem destruí-la, pois hoje o bombardeio é contínuo e administrar tudo isso não é nada fácil”, finalizou.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG