Notícias | Dia a dia
Fluente em italiano, Samsonova vira anfitriã na semi
29/10/2021 às 18h31

Samsonova chegou a defender a Itália durante o circuito juvenil

Foto: Courmayeur Ladies Open

Courmayeur (Itália) - Apesar de o WTA 250 de Courmayeur chegar à fase semifinal com apenas uma italiana na disputa pelo título, a 56ª do ranking Jasmine Paolini, a torcida da casa ainda terá a oportunidade de apoiar mais uma jogadora. A russa Liudmila Samsonova passou a infância no Valle D'Aosta, região no noroeste da Itália, em que é disputado o torneio e fala o idioma fluentemente. Ela defendeu o país quando estava no circuito juvenil.

"As condições de jogo são perfeitas para o meu tênis e acho que os resultados mostram. Hoje minha adversária não estava 100%, mas tive o mérito de estar sempre focada e não dei nada a ela", disse Samsonova, após a vitória nas quartas sobre a também russa Anna Kalinskaya por 6/1 e 6/2. A jogadora de 22 anos ainda não perdeu sets no torneio disputado em quadras duras e cobertas, tendo passado pela alemã Stephanie Wagner na estreia e a espanhola Aliona Bolsova nas oitavas.

"Sempre disse que Valle D'Aosta é a minha casa. Não há palavras", comenta a jogadora, que no início da semana visitou o Mont Blanc, 3.466m de altitude na região das fronteiras com a França e a Suíça, para um bate-bola com Jasmine Paolini, promovido pela organização do torneio. "Foi inesquecível. A organização do torneio foi perfeita e essa experiência é algo que sempre carregarei comigo".

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Courmayeur Ladies Open (@courmayeurladiesopen)

A família de Samsonova se estabeleceu na Itália quando ela tinha apenas um ano e a tenista começou a praticar o esporte aos seis, tendo passado pela renomada academia de Riccardo Piatti no início da carreira. Ela passou a defender a Rússia apenas em 2018 e na atua temporada conquistou seu primeiro título, o WTA 500 de Berlim, em quadras de grama.

A próxima adversária de Samsonova será a dinamarquesa Clara Tauson, de apenas 18 anos e 49ª do ranking, que venceu um duelo da nova geração contra a norte-americana de 20 anos Ann Li por 3/6, 6/4 e 6/2. Tauson venceu o único duelo anterior contra a russa, disputado este ano em Charleston. Apesar da pouca idade, a dinamarquesa já conquistou dois títulos da WTA em quadras duras e cobertas este ano, em Lyon e Luxemburgo.

Paolini encara Vekic na semifinal do torneio
Do outro lado da chave, Jasmine Paolini superou a ucraniana Dayana Yastremska por 6/4 e 7/6 (7-4). A italiana de 25 anos conquistou recentemente seu primeiro título em Portoroz e tenta alcançar a segunda final da carreira. Natural da região da Toscana, a atual 56ª do ranking, ela está a apenas duas posições de atingir o melhor ranking de sua carreira.

A adversária de Paolini na semifinal será a croata Donna Vekic, 97ª do ranking, que venceu a chinesa Xinyu Wang por duplo 6/4. A italiana venceu o único duelo anterior contra Vekic, disputado este ano em Cincinnati. A croata de 25 anos e ex-número 19 do mundo tem dois títulos de WTA e tenta alcançar sua nona final no circuito.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva