Notícias | Dia a dia
Badosa faz 10 games seguidos e derruba Sabalenka
12/11/2021 às 00h15

Badosa assume a liderança de seu grupo no WTA Finals

Foto: Jimmie48/WTA

Guadalajara (México) - Em seu primeiro jogo no circuito desde a final de Indian Wells, há quase um mês, Paula Badosa marcou uma expressiva vitória na estreia do WTA Finals. Décima colocada no ranking mundial, a espanhola chegou a vencer dez games seguidos na vitória por 6/4 e 6/0 sobre a número 2 do mundo Aryna Sabalenka em apenas 1h16 de partida. Foi a segunda vitória de Badosa sobre Sabalenka no circuito, repetindo o que havia acontecido este ano em Cincinnati.

Com apenas quatro games perdidos na estreia, Badosa assume a liderança no Grupo Chichén-Itzá em Guadalajara. No próximo sábado, a espanhola enfrenta a grega Maria Sakkari, que também venceu na rodada desta quinta-feira. Já Sabalenka buscará sua recuperação no evento, diante da polonesa Iga Swiatek. Ambos os confrontos são inéditos no circuito.

Esta foi a 42ª vitória na temporada para Badosa e a sétima seguida. A espanhola vive o melhor momento da carreira aos 23 anos, tendo iniciado 2021 ocupando apenas o 70º lugar do ranking. Ela teve outros resultados importantes, como o título em Belgrado, as semifinais em Madri, Charleston e Lyon e também as quartas de final em Roland Garros, Cincinnati e Jogos Olímpicos de Tóquio.

A partida desta quinta-feira começou melhor para Sabalenka, que exercia pressão constante sobre os games de saque de Badosa. A bielorrussa criou seis break-points no jogo até conseguir a quebra de serviço no sexto game e fazer 4/2 no placar. Mas a espanhola não se deixou abalar pelas dificuldades que vinha encontrando e devolveu a quebra logo na sequência. Enquanto Sabalenka apresentava nítido descontentamento, Badosa mantinha o foco e teve ótima reação na reta final do set, com uma nova quebra e vencendo quatro games seguidos. Naquele momento, Sabalenka tinha 14 a 8 em winners, mas 20 a 13 em erros.

O segundo set foi de amplo domínio para Badosa, que perdeu apenas seis pontos em seus games de saque, sendo apenas dois quando colocou o primeiro serviço em quadra. A espanhola soube aproveitar seu melhor momento no jogo para já largar com uma quebra acima e salvar um break-point na sequência para abrir 2/0. Sabalenka seguia disposta a tentar definir logo os pontos e vinha cometendo um grande número de erros não-forçados, permitindo duas novas quebras de serviço. A bielorrussa terminou a partida com 15 a 14 na estatística de winners e 31 erros não-forçados contra 19 da espanhola.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva