Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Ansioso pela final, Zverev rasga elogios a Djokovic
20/11/2021 às 22h46

Turim (Itália) - Apesar das cinco derrotas consecutivas para o russo Daniil Medvedev, incluindo uma há quatro dias, o alemão Alexander Zverev está ansioso para reencontrar o vice-líder do ranking na decisão do ATP Finals, marcada para as 13 horas deste domingo. "Fiquei muito perto da vitória na terça-feira, quero outra chance. Além disso vale um grande título", afirmou.

Questionado como classificaria a vitória deste sábado entre suas melhores atuações, Zverev não conseguiu responder. "Não consigo lembrar de cada jogo que já fiz, mas posso dizer que, cada vez que enfrento Novak, as partidas são de alto nível. Este ano nos cruzamos cinco vezes e sempre fomos ao último set, são batalhas de várias horas e que exige muito do físico. Hoje foi um grande jogo. Quando estamos fisicamente bem, fazemos bons duelos e foi esse o caso hoje".

Zverev também opinou sobre a polêmica criada pelo Australian Open ao exigir que os tenistas participantes estejam vacinados. "É algo muito político, não sei quais são os critérios. Mas não se trata unicamente de tênis, mas de um vírus que segue por aí, então não é algo vinculado ao torneio ou ao esporte. Temos visitado diferentes países e eles permitem nossa entrada desde que sigamos suas regras. De qualquer forma, espero que Novak possa jogar, ele é o número 1 do mundo e deveria estar li. Espero que o governo australiano abra exceção ou faça algo que possa permitir que ele dispute o Open".

O alemão, que é um dos tenistas mais próximos de Djokovic, disse que o sérvio é cada vez mais apreciado pelos jogadores. "Nos últimos anos, muitos apreciam conversar com ele. Novak me entende. Temos debates não apenas sobre tênis, mas sobre coisas da vida e o que acontece no mundo. Por isso gosto dele. Não há nada no mundo que mereça ser mais respeitado do que Novak. Sabendo de onde veio e de tudo que conseguiu, é o melhor de todos os tempos e às vezes duvidam disso".

Comentários