Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Zverev derruba o top 2 e fatura bi no ATP Finals
21/11/2021 às 14h28

Turim (Itália) - Depois de barrar o líder Novak Djokovic, o alemão Alexander Zverev não perdeu sets também diante do número 2 Daniil Medvedev e conquistou neste domingo em grande estilo seu segundo troféu no ATP Finals, repetindo 2018, quando tirou Djokovic e Roger Federer nas rodadas decisivas. O placar deste domingo foi de 6/4 e 6/4, em jogo rápido de 75 minutos.

Com o bi no Finals, Zverev se iguala a nomes de peso do tênis profissional, como Bjorn Borg e Lleyton Hewitt. O recordista é Roger Federer, com 6, seguido por Novak Djokovic, Ivan Lendl e Pete Sampras, com 5.

Ao derrotar os dois líderes do ranking nas rodadas decisivas, Sascha repete um feito raro no Finals. Apenas Ivan Lendl (1982), Stefan Edberg (1989) e Andre Agassi (1990) fizeram o mesmo. O russo por sua vez estava invicto há 9 partidas no Finals e tentava o segundo título seguido de forma invicta.

Zverev foi o único jogador a erguer seis troféus de simples na temporada 2021, coleção que contou também com o título olímpico de Tóquio e os Masters de Madri e Cincinnati. Seu total na carreira sobe para 19 em 28 finais.

O alemão também termina a temporada regular com o maior número de vitórias entre todos os tenistas, com 59. Medvedev ficou logo atrás, com 58, à frente das 55 de Casper Ruud e Stefanos Tsitsipas.

Esta foi a primeira decisão do ATP Finals desde 2005 em que os dois finalistas tinham no máximo 25 anos.

Medvedev diferente
Zverev vinha de cinco derrotas consecutivas para Medvedev, incluindo um jogo duríssimo na fase classificatória cinco dias antes. Mas o duelo deste domingo foi bem diferente.

O russo falhou com o serviço muito cedo nos dois sets e raramente pareceu confortável. Zverev cedeu apenas cinco pontos com o saque no primeiro set, com 72% de acerto do serviço inicial. Acuado, Medvedev fez um único winner.

Sempre muito agressivo, Zverev viu o adversário instável e já abriu o segundo set com quebra. Apenas no sexto game o russo contragolpeou melhor e chegou ao 40-40, mas aí o alemão sacou bem na hora certa. Concentrou-se nos dois serviços seguintes e, apesar de ter perdido o primeiro ponto no game final, jogou sempre de forma agressiva e ainda cravou ace de segundo saque para o título.

Zverev terminou o jogo com 76% de acerto do primeiro saque e apenas cinco pontos perdidos com ele. O russo ficou bem abaixo, com 56% de eficiência. Alemão somou 14 winners, com quatro aces, e apenas seis erros não forçados nos dois sets. Foi 29 vezes à rede e se deu bem em 21 delas.

Comentários