Notícias | Dia a dia | ATP Finals
'Saque foi a chave da partida', explica Medvedev
21/11/2021 às 17h17

Turim (Itália) - Depois de grandes atuações na quadra dura, principalmente coberta, o russo Daniil Medvedev não encontrou o ritmo ideal na decisão do ATP Finals, foi dominado por Alexander Zverev e acredita que a eficiência do saque, tanto de um como de outro, foi o que decidiu tudo.

"Neste tipo de quadra, o saque é importante e eu deveria ter feito isso melhor", lamentou. "Não sei exatamnte o que aconteceu, talvez algum cansaço, mas também não estava 100% na parte mental. E isso realmente fez diferença. Mesmo quando acertava o primeiro serviço, não estava tão perto da linha. E numa quadra veloz, o jeito que Sascha saca é o bastante para vencer. Isso foi a chave do jogo".

Este foi o terceiro duelo entre os dois em poucas semanas e o segundo no próprio Finals e Medvedev admite que Zverev fez algumas mudanças táticas, sem explicar quais. "Neste nível, sempre tentamos algo novo a cada duelo e eu senti que ele mudaria algo. Talvez até tenha sofrido a primeira quebra por causa disso. Se eu ao menos pudesse contar hoje com os aces, teria me recuperado".

O russo se divertiu quando perguntado o que se esperar dos mais jovens em 2022. "Meu próprio técnico brinca e diz que quando Borg e McEnroe pararam, achavam que não teria mais empolgação, mas aí vieram Sampras e Agassi. Os dois se foram e outra vez pensaram que o tênis ia acabar, no entanto surgiram Roger, Rafa e Novak. E agora a mesma coisa. Não entendo por que nossa geração não será interessante. Claro que dificilmente alguém vai ganhar 20 Slam, mas do meu lado lutarei miuito por mais grandes troféus".

Questionado o motivo pelo qual Zverev ainda não venceu um Slam, o russo destacou que é um momento de nível muito alto no circuito. "Existem muitos outros grandes jogadores que nunca ganharam um Slam, tanto antigos como agora. Stefanos (Tsitsipas) estava 2 sets a 0 na final de Roland Garros, jogando muito na fase de saibro, e poderia ter ganhado. O próprio Zverev sacou para o título do US Open de 2020. Ele joga muito e pode ganhar Slam, mas há outros".

Comentários