Notícias | Dia a dia
Pai de Djokovic indica que filho não competirá no AO
28/11/2021 às 10h49

Belgrado (Sérvia) - Pai do número 1 do mundo Novak Djokovic, o sérvio Srdjan Djokovic foi convidado no programa Prva, do canal B92, no qual indicou que o filho não aceitará as normas impostas pelo governo australiano e por isso não competirá no Australian Open de 2022.

“No que se refere aos vacinados e não vacinados, é um direito pessoal de cada um escolher se quer ser ou não imunizado. Ninguém tem o direito de entrar nessa intimidade, está garantido pela constituição. Todo mundo tem direito de decidir sobre a própria saúde”, afirmou Srdjan.

O pai de Novak reforçou que a escolha pela vacinação ou não é um direito exclusivo do filho e que só ele pode dizer qual será sua definição. “Também não conheço qual será sua decisão e se soubesse não compartilharia com vocês. Ele tem o direito de decidir como quiser”, argumentou.

+ 'AO contribuiu para vacinação do circuito', diz diretor
+ Governo não quer abrir exceção para não-vacinados

Ao comentar especificamente o caso da Austrália, o patriarca da família Djokovic mostrou contundência. “Foi constrangedor por causa do anúncio daqueles governantes nas províncias da Austrália, que se deram o direito de nomear o nove vezes campeão da Austrália”, cutucou Srdjan.

“Se vai aparecer lá depende de como se posicionarão. Com todo o coração, ele gostaria de jogar porque é um atleta. Nós adoraríamos isso também, mas sob essas chantagens e condições, ele provavelmente não o fará. Eu não faria isso, mas é Novak que vai decidir por si”, finalizou.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva