Notícias | Dia a dia
Medvedev: 'Se precisar morrer para ganhar, eu farei'
02/01/2022 às 12h29

Sydney (Austrália) - Daniil Medvedev lutou por três horas, mas perdeu seu primeiro jogo de simples na ATP Cup diante do canhoto Ugo Humbert. O russo sentiu cãibras devido ao calor e umidade, reclamou de ter jogado no horário diurno com teto fechado, mas ainda assim ajudou o time no jogo de duplas.

"Foi um dia de muitas emoções", afirma o número 2 do mundo. "Sem dúvida, estará no meu top 5. Assisti ao jogo de Roman (Safiullin) e a forma que se defendeu depois do primeiro set. Não é fácil reagir depois de perder o primeiro set de maneira tão contundente. Já a minha partida foi surreal e estou decepcionado por ter perdido".

Medvedev lamentou ter sofrido cãibras desde o segundo set. "Ainda assim, estive perto da vitória e por isso decidi jogar as duplas. Me deram apenas 25 minutos para recuperar do jogo de simples. Nem eu, nem Roman somos especialistas e tentamos fazer o melhor para vencer. Foi um dia muito difícil, mas se tiver de morrer emquadra para ganhar, eu o farei".

Ele afirma que as condições climáticas estavam muito difíceis para jogar sob teto fechado. "Fazia muito calor e estava muito úmido, foi uma tortura jogar uma partida tão intensa assim. A última vez que senti algo semelhante foram nos Jogos de Tóquio. O fato é que Ugo (Humbert) parecia mais inteiro e melhor adaptado às condições. Acho que troquei de camiseta umas cinco vezes".

O próximo duelo acontece diante da Austrália, que também ganhou na estreia, o que pode ser um confronto decisivo. "Não sei como me sentirei amanhã ao levantar. O que importa é que hoje estou feliz em poder ajudar nesta vitória".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva