Notícias | Dia a dia
Com 2 viradas seguidas, Martinez vence 1º ATP
27/02/2022 às 21h12

O espanhol Pedro Martinez venceu jogos duros contra rivais sul-americanos neste fim de semana

Foto: Chile Open

Santiago (Chile) - O espanhol Pedro Martinez comemorou neste domingo seu primeiro título na elite do circuito. Ele venceu a final do ATP 250 de Santiago, superando o jovem argentino de 21 anos Sebastian Baez por 4/6, 6/4 e 6/4 em 2h48 de partida. Foi a segunda virada seguida para Martinez, que vinha de uma semifinal com 2h54 de duração contra o chileno Alejandro Tabilo no último sábado.

Quarto cabeça de chave do torneio e 72º do ranking aos 24 anos, Pedro Martinez disputou sua segunda final de ATP e havia ficado com o vice-campeonato no saibro de Kitzbuhel no ano passado. O melhor ranking de sua carreira foi o o 58º lugar. Ele entreou diretamente nas oitavas e venceu o compatriota Jaume Munar. Já nas quartas de final, passou pelo alemão Yannick Hanfmann.

O título de Martinez também faz com que três dos quatro torneios no saibro na América do Sul tenham sido vencidos por jogadores espanhóis. O canhoto Albert Ramos foi campeão em Córdoba, enquanto o jovem de 18 anos Carlos Alcaraz venceu o Rio Open. Já o ATP de Buenos Aires, disputado há duas semanas, teve como campeão o norueguês Casper Ruud.

Já o jovem Baez disputou sua primeira final no circuito da ATP. Ex-líder do ranking mundial juvenil, o argentino aproveitou bem o grande número de challengers no saibro na última temporada, com seis títulos e três vice-campeonatos. Com isso, saltou do 309º lugar para entrar no top 100. Atualmente já é o número 78 do mundo e deve superar essa marca. Ele conseguiu quatro vitórias na semana, uma delas contra o brasileiro Thiago Monteiro nas quartas de final.

Típico duelo entre dois especialistas no saibro
O duelo entre Baez e Martinez foi um jogo típico entre dois jogadores formados no saibro, com ralis longos e que exigiam paciência na construção dos pontos. O saque não era um fator tão determinante, tanto que a partida teve nove quebras (cinco a quatro para o espanhol) e trinta break-points, 15 para cada lado.

Com bom histórico recente em Santiago, já que venceu dois challengers na cidade no ano passado, Baez parecia mais adaptado às condições no primeiro set e tinha uma bola de definição com o forehand que fazia a diferença e rendeu a ele duas quebras durante a primeira parcial.

O argentino também abriu vantagem no segundo set, sendo o primeiro a quebrar para liderar por 3/2. A parcial também ficou marcada por uma série de trocas de slices entre os dois jogadores. Martinez conseguiu devolver a quebra logo na sequência. Ele perdeu o primeiro break-point ao jogar para fora uma devolução de segundo serviço, mas não deixou uma nova chance escapar. Já no último game da parcial, o espanhol voltou a quebrar o serviço do rival para empatar o jogo.

No terceiro set, Martinez cuidou melhor de seus games de serviço e presssionava o saque de Baez com maior frequência. O argentino escapou de um 15-40 logo no início da parcial decisiva, mas não evitou a quebra pouco depois para permitir ao rival liderar por 4/2. O espanhol, então, fez seu único game de saque ruim no terceiro set e cedeu o empate. Ainda assim, ele era o jogador mais eficiente nas devoluções e teria novas chances no 5/4. Baez salvou os dois primeiros match-points, mas não evitou uma nova a quebra e derrota logo na sequência.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva