Notícias | Dia a dia
Após escapar da guerra, Yastremska vence em Lyon
01/03/2022 às 17h45

Ucraniana saiu do país às pressas, na companhia da irmã mais nova

Foto: Open 6ème Sens - Métropole de Lyon

Lyon (França) - Depois de sair às pressas da Ucrânia e se abrigar na França, a tenista Dayana Yastremska aproveitou o convite para a chave principal do WTA 250 de Lyon e venceu a partida de estreia no torneio em quadras duras e cobertas. Ela salvou 2 match-points contra a romena Ana Bogdan, 97ª do ranking, e marcou as parciais de 3/6, 7/6 (9-7) e 7/6 (9-7) em 3h05 de partida. .

Yastremska, 21 anos e 140ª do ranking, passou dois dias em um abrigo subterrâneo na cidade portuária de Odessa, enquanto se protegia dos bombardeios russos iniciados na última quinta-feira. Ela conseguiu sair da Ucrânia na companhia da irmã mais nova, Ivanna, de 15 anos, e precisou se despedir dos pais, que ficaram em casa. As irmãs ucranianas chegaram a disputar o torneio de duplas em Lyon.

"Eu vou me lembrar para sempre desse jogo. Eu vim do país onde está acontecendo a guerra e onde a minha família está. Foi muito difícil emocionalmente. Eu gostaria de estar em casa agora, no meu país, mas o meu pai tomou a decisão de me mandar para cá e agradeço à direção do torneio pelo convite", disse Yastremska, na entrevista ainda em quadra. Ela salvou o primeiro match-point no tiebreak do 2º set e o outro já no tiebreak do terceiro set.

"Não sei se posso dizer que estou feliz por ter vencido pelo meu país, porque ao mesmo tempo estou muito triste, mas agradeço por todo apoio que eu tive desde que cheguei à França. Meu coração está em casa e minha mente estava lutando aqui. Então é muito difícil encontrar a concentração e o ritmo adequados", avaliou a ucraniana, que tem três títulos no circuito da WTA e já foi número 21 do mundo.

"Essa vitória, comparada com o que acontece com o meu país não é nada. Mas estou feliz que pelo menos eu pude lutar pelo meu país de alguma forma. Tenho muito orgulho dos ucranianos, eles foram verdadeiros heróis. Espero que tudo isso acabe logo", complementou Yastremska. Ela enfrenta nas oitavas a espanhola Cristina Bucsa, 139ª do ranking, que bateu a francesa Alizé Cornet por 1/6, 6/4 e 6/1.

Garcia elimina a cabeça 1 Camila Giorgi
Ainda nesta terça-feira, a francesa Caroline Garcia venceu a italiana Camila Giorgi, principal cabeça de chave do torneio e número 29 do mundo, por 5/7, 6/4 e 6/0. Garcia, que já foi top 5 e hoje aparece no 74º lugar do ranking, enfrenta nas oitavas a italiana Martina Trevisan. Já a romena Sorana Cirstea, cabeça 2, fez 6/3 e 6/1 contra a georgiana Mariam Bolkvadze. Sua próxima rival é a suíça Stefanie Voegele.

 

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva