Notícias | Dia a dia
Korda: 'Provei que posso jogar contra qualquer um'
13/03/2022 às 13h13

Indian Wells (EUA) - Apesar de ter sofrido uma amarga derrota para o espanhol Rafael Nadal no último sábado, deixando escapar uma vantagem de 5/2 no terceiro set, quando sacou duas vezes para fechar o jogo e não teve um match-point sequer, o norte-americano Sebastian Korda não saiu com sensações negativas de quadra e preferiu ver o lado positivo.

“Provei a mim mesmo que posso jogar contra qualquer um. Tenho um grande jogo e agora preciso apenas manter o ímpeto que construí aqui. Tenho que continuar trabalhando duro e tentar quebrar essa barreira de vencer os melhores jogadores”, afirmou o norte-americano de 21 anos e atual 38 do mundo.

Mesmo vendo os aspectos positivos do jogo, Korda também não deixou de lamentar o resultado final. “É uma porcaria, mas foi o que aconteceu. Fiz um jogo muito bom, mostrei o melhor de mim e o coloquei em uma situação difícil. Só que ele fez o que faz de melhor que é lutar até o final. Apesar disso, no geral estou muito feliz”, falou o tenista nascido na Flórida.

Korda espera tirar uma lição de tudo que aconteceu no jogo para no futuro conseguir vencer rivais do calibre de Nadal. “Não vou embora com sentimentos ruins. Ele é o melhor do mundo no momento, um dos melhores da história. Estar tão perto de vencê-lo é muito positivo, isso me mostra que meu jogo pode causar danos”, observou o norte-americano

“A partir do 5/2 ele começou a jogar de forma muito diferente e se aproximou da linha de base. Eu podia ver que ele estava um pouco preocupado, mudando suas táticas. Não fiz bons games e ele aproveitou. Sempre será meu ídolo espero ter muitas outras oportunidades de enfrentá-lo”, completou Korda, analisando a reação final do espanhol.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva