Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Defesa de Kyrgios nega 'acusação', ATP prefere esperar
05/07/2022 às 14h27

Londres (Inglaterra) - Em um comunicado divulgado nesta terça-feira, a equipe jurídica do australiano Nick Kyrgios negou que ele esteja sendo acusado de agressão à ex-namorada Chiara Passari, alegando que o tenista não foi ainda acusado, mas apenas convocado a comparecer ao tribunal para esclarecer melhor o caso.

“As manchetes da mídia de hoje, que dizem que o Sr. Kyrgios foi 'acusado' são imprecisas. No momento, as alegações não são consideradas como fato pelo Tribunal e o Sr. Kyrgios não é considerado acusado de um crime até a Primeira Audiência”, disse o comunicado da Johanessen Legal, que está cuidando do caso para Kyrgios.

“Pode ser enganoso para o público descrever a intimação de qualquer outra forma que não uma instrução formal para enfrentar as alegações, cuja natureza precisa não é certa neste momento, nem confirmada pela promotoria ou pelo senhor Kyrgios”, acrescentou o pronunciamento.

O comunicado também diz que Nick está comprometido em lidar com todas e quaisquer alegações e espera que não haja uma má interpretação do processo legal pelo qual está passado.

Procurados pela Reuters para comentar o assunto, os organizadores de Wimbledon preferiram não fazer comentários, enquanto a ATP se pronunciou de forma breve. "A ATP está ciente do caso australiano envolvendo Nick Kyrgios, mas como os processos legais estão em andamento, seria inapropriado comentar mais neste momento", disse por email.

Comentários