Notícias | Dia a dia
'Sinto que agora pertenço a esse nível', afirma Bia
10/08/2022 às 20h22

Bia superou a canadense Leylah Fernandez, número 13 do mundo e finalista do US Open

Foto: Jimmie48/WTA

Toronto (Canadá) - Depois de conseguir uma expressiva vitória pela segunda rodada do WTA 1000 de Toronto, Beatriz Haddad Maia comemorou o resultado diante da canadense Leylah Fernandez, número 13 do mundo e finalista do último US Open. A brasileira, atual 24ª do ranking se sente cada vez mais pronta para atuar no alto nível do circuito. O triunfo desta quarta-feira foi o sexto de sua carreira e o quarto na temporada contra rivais no top 20.

"Eu trabalho duro para viver momentos como este e estar com esse ranking. Sinto que agora eu pertenço a esse nível e estou muito feliz pelo trabalho que estou fazendo com a minha equipe", disse Bia na entrevista em quadra, depois de vencer Fernandez por 7/6 (7-4) e 6/1. "Essa é apenas mais uma partida na minha carreira, eu sempre tento me motivar, independentemente se estiver em um torneio grande ou pequeno".

"Fiquei bem feliz e satisfeita com meu trabalho de hoje. Acho que me entreguei mentalmente e fui muito disciplinada na parte tática. Venho trabalhando com a minha equipe para manter essa consistência. Fiquei feliz que nos momentos difíceis do jogo eu consegui aguentar e manter a disciplina", acrescentou a paulistana de 26 anos, que será a primeira brasileira nas oitavas no Canadá desde a gaúcha Niege Dias em 1987.

Garantida nas oitavas de final no Canadá, Bia terá a missão de desafiar a polonesa Iga Swiatek, líder do ranking mundial e vencedora de seis torneios na temporada. O confronto é inédito no circuito e acontece por volta das 16h (de Brasília) desta quinta-feira.

"Iga é uma grande jogadora e está fazendo o melhor ano da carreira. Eu vou tentar jogar da mesma forma que nas últimas semanas, mas também tentar subir o meu nível e aproveitar o momento. Sinto muito por ter vencido uma jogadora da casa hoje, e espero que amanhã o público torça por mim. Vou tentar o meu melhor", afirmou a brasileira, que enfrentará uma número 1 do mundo pela primeira vez na carreira.

"Hoje, a Iga é a favorita contra todas as jogadoras do circuito. Seria injusto não dizer isso. Ela mostrou o nível durante esse ano, nos resultados e na forma como ela lida com as coisas, tanto dentro quanto fora das quadras. Ela tem essa frieza e é muito racional. Mas jogo de tênis é 50 a 50. Acredito bastante no meu tênis e amanhã vai ser um dia para me desafiar. Jogar numa quadra grande contra a número 1 do mundo é o sonho de todo tenista, então vou deixar tudo em quadra e ver o que acontece", finalizou a atual 24ª do mundo.

Queda nas oitavas de final de duplas
Pelo torneio de duplas, Bia e a tcheca Barbora Krejcikova, ex-número 1 da modalidade, foram eliminadas nas oitavas de final. Depois de uma estreia bastante tranquila na última terça, elas foram superadas pela norte-americana Nicole Melichar e a australiana Ellen Perez por 1/6, 6/2 e 10-7. Pela vitória na primeira rodada, diante da norte-americana Kaitlyn Christian e a georgiana Oksana Kalashnikova, Bia e Krejcikova recebem 105 pontos no ranking.

Veja a programação desta quinta-feira em Toronto.

Quadra Central - 14h
[15]Simona Halep (ROM) vs. Jil Teichmann (SUI)
[1]Iga Swiatek (POL) vs. Beatriz Haddad Maia (BRA)
Não antes de 20h
Bianca Andreescu (CAN) vs. Qinwen Zheng (CHN)
[12]Belinda Bencic (SUI) vs. [8]Garbiñe Muguruza (ESP)

Grandstand - 12h
[6]Aryna Sabalenka vs. [10]Coco Gauff (EUA)
[7]Jessica Pegula (EUA) vs. Camila Giorgi (ITA)
Alison Riske (EUA) vs. Yulia Putintseva (CAZ)
[3]Maria Sakkari (GRE) vs. [14]Karolina Pliskova (TCH)

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva