Notícias | Dia a dia
Bia cai diante de Ostapenko na estreia de Cincinnati
16/08/2022 às 22h15

Bia segue em Cincinnati para a disputa da chave de duplas

Foto: National Bank Open

Cincinnati (EUA) - Depois de fazer a melhor campanha da carreira em um WTA 1000, chegando à final de Toronto no último domingo, Beatriz Haddad Maia estreou nesta terça-feira em um novo torneio deste porte, desta vez em Cincinnati. Ela encarou a letã Jelena Ostapenko, número 15 do ranking, e foi superada com duplo 6/4 em 1h24 de partida.

Esta foi a terceira vitória de Ostapenko sobre Bia no circuito. A letã já havia superado a brasileira na final de Seul em 2017 e também em Miami no ano seguinte. Na segunda rodada de Cincinnati, Ostapenko enfrenta a norte-americana Madison Keys, campeã em 2019, que venceu a cazaque Yulia Putintseva por 7/5 e 6/3. No mesmo setor da chave está a número 1 do mundo Iga Swiatek. A polonesa estreia nesta quarta-feira contra a norte-americana Sloane Stephens.

Vinda de cinco vitórias em seis jogos no Canadá, Bia está com o melhor ranking da carreira, ocupando agora o 16º lugar e também a 11ª posição na corrida por uma vaga no WTA Finals. A paulista de 26 anos permanece em Cincinnati para a disputa da chave de duplas, ao lado da cazaque Anna Danilina. Elas estreiam contra a taiwanesa Latisha Chan e australiana Samantha Stosur.

O primeiro set teve apenas uma quebra, conquistada por Ostapenko no último game da parcial. Bia chegou a criar três break-points, dois deles ainda no começo da partida, mas não os aproveitou. Já a letã, que é reconhecida por seu jogo muito agressivo e de golpes potentes, estava confortável com tantas bolas no meio da quadra e em sua linha de cintura. A letã também teve sucesso quando atacou o segundo saque da brasileira e venceu 17 dos 22 pontos disputados nessas condições durante a partida.

Bia reagiu ao conseguir uma quebra de serviço logo na abertura do segundo set e venceu sete dos primeiros oito pontos da parcial para largar com 2/0, mas Ostapenko devolveu a quebra e buscou o empate de imediato. Bia continuava sofrendo muita pressão quando dependia do segundo serviço, fez só 2 pontos 12 disputados nessas condições durante a parcial. Não demorou para que a letã voltasse a quebrar no oitavo game e fizesse 5/3 no placar. Bia lutou e devolveu a quebra, mas voltaria a perder o saque logo na sequência.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva