Notícias | Dia a dia
Medvedev vence jogo duro com Fritz e vai à semi
19/08/2022 às 16h07

Cincinnati (EUA) - Na partida que abriu as quartas de final do Masters 1000 de Cincinnati, o russo Daniil Medvedev mostrou por que é o atual número 1 do mundo. Nem mesmo o embalado Taylor Fritz conseguiu derrubá-lo nesta sexta-feira. O norte-americano até fez frente, mas viu o rival crescer nos momentos importantes para ficar com a vitória em sets diretos, com parciais de 7/6 (7-1) e 6/3.

O adversário de Medvedev nas semifinais sairá do confronto entre o grego Stefanos Tsitsipas e o norte-americano John Isner. O russo tem ampla vantagem no histórico com o grego, vencendo sete dos nove embates anteriores. Já contra o tenista da casa foram apenas dois os confrontos, ambos com o líder do levando a melhor.

Com a campanha desta semana, o russo assegura o número 1 do mundo até o US Open e vai somando pontos importantes para chegar no Grand Slam norte-americano com mais folga, uma vez que defenderá o título em Nova York e os 2.000 pontos conquistados em 2021. Se for campeão em Cincinnati, ele abrirá 1,765 pontos para o alemão Alexander Zverev, atual número 2 do mundo.

Em primeiro set bastante parelho, o russo não teve controle algum da partida, mas soube elevar seu nível nos momentos importantes, salvando os seis break-points que encarou, sendo que três deles também foram set-points para Fritz, um no décimo game e mais dous no 12º. Medvedev não conseguiu ter uma chance de quebra para si e a definição foi para o tiebreak.

No desempate, o número 1 elevou seu nível, sacou muito bem e venceu todos os pontos com o serviço. Ele também conseguiu pressionar nas devoluções, algo que não havia feito até então, e faturou três pontos nos saques de Fritz, para fazer 7-1 e vencer a parcial inicial.

Aproveitando o bom momento e a frustração do rival, que se irritou na virada de sets com as chances desperdiçadas, Medvedev conseguiu largar com tudo no segundo e abriu 3/0 de cara. Muito firme nos serviços, terminado o jogo com 18 aces e 69% de aproveitamento, o russo administrou a vantagem até o fim e selou a vitória, na qual anotou 10 winners a mais (32 a 22) e apenas dois erros não forçados a mais (19 a 21).

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva