Notícias | Dia a dia | US Open
Azarenka avança às oitavas com grande atuação
03/09/2022 às 16h41

Azarenka já disputou três finais de US Open em sua carreira

Foto: Manuela Davies/USTA

Nova York (EUA) - Três vezes finalista do US Open, Victoria Azarenka mostrou mais uma vez o quanto se sente confortável jogando nas quadras de Nova York e teve uma grande atuação neste sábado. A ex-número 1 do mundo garantiu seu lugar nas oitavas depois de vencer a croata Petra Martic, 54ª do ranking, por 6/3 e 6/0 em apenas 1h20 de partida.

Aos 33 anos, Azarenka luta por um título inédito no US Open. Ela perdeu as finais de 2012 e 2013 para Serena Williams e a de 2020 para Naomi Osaka. A bielorrussa aparece atualmente no 26º lugar do ranking e já faz uma campanha melhor que a do ano passado, quando parou na terceira rodada.

"Acho que joguei muito bem hoje, foi como se eu tivesse pisado no acelerador ainda no início da partida e continuasse assim o jogo inteiro. Ela é uma grande jogadora, com muitas variações, então eu sabia que eu precisaria controlar os pontos e tentar movê-la um pouco, antes que ela fizesse isso comigo. Acho também que eu corri muito, me defendi bem, e a minha transição da defesa para o ataque também foi decisiva hoje", avaliou Azarenka após a partida.

A vantagem de Azarenka começou a ser construída com uma quebra de serviço logo cedo. A ex-líder do ranking fazia um jogo firme do fundo de quadra e mostrou muita qualidade na execução dos drop-shots e aplicou ótimas passadas quando a rival subia à rede. Mesmo permitindo o empate, ela voltaria a quebrar na reta final do set. Já na segunda parcial, Azarenka teve amplo domínio da partida, com três novas quebras e só enfrentando um break-point. Ela fez o dobro de winners da rival, 22 a 11, e cometeu 12 erros contra 21 de Martic.

"No momento que estou na minha carreira, eu jogo para me divertir, mas ainda sinto que posso atingir o meu potencial", acrescentou a experiente jogadora. "O meu filho e muitas crianças que se espelham em mim. Então, se você tem um sonho, tem que ir atrás dele e continuar tentando. E mesmo se não der certo, o que é difícil de aceitar, as lições que ficam também são importantes".

A adversária de Azarenka nas oitavas pode ser a vencedora da partida entre a tcheca Karolina Pliskova, também ex-número 1 do mundo e atual 22ª colocada, ou a suíça Belinda Bencic, 13ª do ranking. Seu histórico contra Pliskova está empatado por 4 a 4. Já diante de Bencic, a bielorrussa venceu as duas partidas anteriores.

Comentários