Notícias | Dia a dia
Bia oscila e não passa das quartas em Portoroz
16/09/2022 às 08h48

Portoroz (Eslovênia) - Não deu para a paulista Beatriz Haddad Maia no WTA 250 de Portoroz. Cabeça de chave número 2, ela acabou superada nas quartas de final, nesta sexta-feira, pela romena Ana Bogdan, 65ª do ranking, que levou a melhor em três sets, com placar final de 6/1, 1/6 e 7/5, depois de 2h39 de confronto. Esta foi a segunda derrota de Bia para a rival em quatro duelos.

Vencedora de dois WTA 250, na de grama de Nottingham e Birmingham, Bia tentava alcançar sua oitava semifinal na carreira e a sexta no ano em torneios da elite do circuito, mas não passou por Bogdan, que agora terá pela frente a pela cazaque Elena Rybakina, atual campeã de Wimbledon e 25ª do ranking, que avançou contando com a desistência da ucraniana Lesia Tsurenko.

Atual número 18 do mundo, Bia recebe 60 pontos na WTA por ter avançado duas rodadas no torneio e recupera duas posições no ranking. Ela poderia voltar ao top 15 se fosse semifinalista. Seu próximo compromisso será o WTA 500 de Tóquio, na semana que vem.

Bia não começou bem na partida, venceu apenas um dos nove primeiros pontos disputados e saiu perdendo por 2/0. A situação ficou ainda mais complicada depois que Bogdan saiu de 0-40 e salvou três break-points seguidos para evitar levar a quebra de volta no terceiro game. A romena então embalou, bateu o saque da paulista uma vez mais e abriu 5/0, para depois fechar em 6/1.

Os papéis se inverteram na segunda parcial, com a romena errando mais, enquanto Bia cresceu na consistência. Com mais autoridade que a rival no set passado, Bia anotou duas quebras consecutivas e abriu 5/0, sem ceder um break-point para Bogdan, que por pouco não levou um 'pneu', salvando dois set-points no sexto game, para logo em seguida ver o placar ser devolvido.

Com um set para cada lado, ambos vencidos por 6/1, o terceiro foi mais parelho. Bogdan saiu na frente, anotou quebra no quarto game e chegou a abrir 4/1, mas depois veio a reação de Bia, que devolveu o break no sétimo e deixou tudo igual. Ela ainda teve um 0-30 no saque da romena, quando escorregou na quadra. Embora não tenha pedido atendimento, perdeu pontos seguidos que a impediram de quebrar de novo o serviço da rival. 

Na reta final da partida, Bia encarou games longos no saque. Ela escapou bem no 4/5 e teve a bola para forçar o tiebreak no 5/6. Mas errou um forehand ali. O game continuou e Bogdan conseguiu a quebra numa ótima bola curta para ficar com a vitória.

Bogdan liderou a estatística de winners por 27 a 16 e cometeu 37 erros não forçados contra 41 de Bia. A romena aproveitou quatro dos oito break-points que teve, enquanto a brasileira conseguiu três quebras em 10 chances. 

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva