Notícias | Outros
Fundação Tênis participa da cúpula no Vaticano
29/09/2022 às 11h16

Porto Alegre (RS) - Um representante da Fundação Tênis está em Roma, na Itália, A ONG foi convidada pelo Vaticano para participar da Cúpula para Apresentação da Declaração sobre o Esporte com o tema “Esporte para todos: coeso, acessível e sob medida para cada pessoa”, que começa nesta quinta-feira.

Participam da cúpula organizações esportivas e intergovernamentais do mundo todo, sendo a Fundação Tênis e a PUC/RS as únicas instituições brasileiras convidadas. O objetivo do encontro é responder aos apelos do Papa sobre a responsabilidade social do esporte e sobre a importância da prática esportiva como meio de crescimento humano, educativo e espiritual.

O encontro contará com aproximadamente 200 pessoas e é um desdobramento do “O Esporte ao Serviço da Humanidade” realizado em 2016, seguido pelo “Dar o melhor de si”, primeiro documento integral da Santa Sé sobre o esporte, publicado em 2018.

Para o superintendente da Fundação Tênis, Luis Carlos Enck, o Biba, o recebimento do convite é uma grande honra e mostra o quanto a instituição está engajada na transformação de vidas através do esporte. “Esse reconhecimento para a Fundação Tênis vem em um momento muito importante, em que estamos replicando o nosso trabalho para impactar cada vez mais a vida de crianças e adolescentes.”

Um convite que o pegou de surpresa, desde o primeiro contato feito pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, que junto com o Dicastério para a Cultura e a Educação e a Fundação João Paulo II para o Esporte promovem o evento; pelo reconhecimento do trabalho desenvolvido pela Fundação Tênis, que há 21 anos trabalha com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. De um projeto social tímido que começou com uma turma de 20 crianças, hoje já são 1600 crianças atendidas no Brasil, entre unidades criadas na grande Porto Alegre, São Paulo e interior, e na recém inaugurada unidade em julho, em Florianópolis. "Até o final do ano vamos abrir em mais 4 cidades de Minas Gerais e também outras em Santa Catarina e no próprio Rio Grande do Sul", conta Luis Carlos, com uma previsão de atender até o final deste ano 2200 crianças.

"Percebemos que nas quadras estava acontecendo algo de muito mais relevante que o ensino do tênis", confessa Luis Carlos, ao acrescentar que para participar do projeto de esporte educacional, as crianças precisam estudar em escolas públicas. Foi aproveitada a época do auge da carreira de Guga Kuerten - o maior tenista masculino da história do Brasil e um dos maiores do tênis mundial - para motivar as crianças a se envolveram com as atividades do projeto. E assim continua diariamente até hoje, não visando o esporte de alto rendimento, mas seguindo as diretrizes do Comitê Brasileiro Pierre de Coubertin - que faz parte do Comitê Olímpico Internacional, responsável pela divulgação da educação olímpica", explica o superintendente.

"A educação olímpica formatou os valores de amizade, respeito e excelência que devem ser passados pela prática da atividade esportiva. E o maior ganho é ensinar e praticar esses valores com a intenção de educar as crianças. Esses valores, no dia a dia, precisam estar explícitos nos nossos planos de aula: quando se pratica, as crianças são questionadas, numa construção sistemática das aulas que ganham força para o desenvolvimento humano delas”, acrescenta Enck.

Durante a cúpula, será apresentada uma Declaração convidando o mundo do esporte a olhar para o futuro apropriando-se de três características fundamentais: coesão, acessibilidade e estar ao alcance de todos. A primeira mostra a necessidade de reduzir a distância entre o esporte de base e o esporte profissional. A segunda visa garantir a todas as pessoas o direito à prática esportiva, independentemente de suas condições sociais. Por fim, a terceira palavra-chave busca que todas as pessoas pratiquem esportes, mesmo que tenham deficiências físicas, mentais ou psicológicas.

Ao final da cúpula, em presença do Papa Francisco, os participantes serão convidados a assinar a Declaração com o compromisso de promover cada vez mais, nas suas respectivas instituições e organizações esportivas, a dimensão social e inclusiva do esporte.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva