Notícias | Dia a dia
Ingrid vence mais uma e faz semi pela 3ª vez na WTA
29/09/2022 às 12h21

Ingrid Martins tenta alcançar sua primeira final de WTA 250

Foto: Daniele Combi/MEF Tennis Events

Parma (Itália) - Vivendo grande momento no circuito, a carioca Ingrid Martins vai disputar pela terceira vez uma semifinal na WTA, agora no 250 de Parma, onde nesta quinta-feira ela e a espanhola Nuria Parrizas venceram a romena Gabriela Lee e a norte-americana Alycia Parks com parciais de 6/1 e 7/6 (7-0), em duelo válido pelas quartas de final do torneio.

Responsáveis pela eliminação da dupla cabeça de chave 2 na estreia, Ingrid e Nuria terão pela frente, em busca de um lugar na final, a forte parceria da holandesa Arantxa Rus com a eslovena Tamara Zidansek, que derrubaram a húngara Timea Babos e a norte-americana Angela Kulikov, quartas pré-classificadas, com o placar final de 6/4 e 6/3. A partida será às 7h (de Brasília) desta sexta-feira. 

A brasileira e a espanhola perderam o primeiro game da partida, mas depois dominaram completamente as ações na parcial inicial, anotaram três quebras consecutivas e conseguiram um ‘pneu’ moral, vencendo os próximos seis games da disputa.

No segundo set a situação foi bem diferente, com Lee e Parks largando na frente. A romena e a norte-americana chegaram a abrir duas quebras de frente, sacando em 4/1. Veio então a reação de Martins e Parrizas, que devolveram os dois breaks e faturaram quatro games em sequência. A definição foi para o tiebreak, em que a brasileira e a espanhola foram dominantes, sem perder um ponto sequer.

Ocupando atualmente a 161ª colocação no ranking, Ingrid está ganhando provisoriamente 25 lugares nas duplas, alcançando a 136ª posição, a melhor da carreira até então. Ela ficará perto das 120 melhores se for para a final e grudará no top 100 com eventual título.

'Feliz com a forma como lidamos mentalmente', diz Ingrid
Logo após a partida, Ingrid Martins destacou a postura de sua dupla no aspecto mental: "Gostei com a forma com a qual jogamos e forma como lidamos com as situações. As meninas fizeram uma partida de altos e baixos, horas com jogadas incríveis e horas com erros então precisamos ficar muito concentradas, jogando cada ponto até quando estávamos abaixo 4/1. Eram alguns detalhes em pontos que fez ficar essa vantagem, mas sabíamos que no geral fazíamos a coisa certa".

"Seria só ficar lutando cada ponto que uma hora daria certo, foi mérito nosso ficarmos no set. Ela no fundo e eu atenta na rede para matar as bolas e sacando bem. Foi um jogo diferente e tivemos que adaptar. Contente com a forma como ficamos mentalmente, agora vamos para a próxima".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva